Carregando…

Tudo que você precisa saber para gravar bons vídeos com o seu celular

08 de Agosto de 2017

Tudo que você precisa saber para gravar bons vídeos com o seu celular

As câmeras de celular hoje em dia já são suficientemente boas para encarar algumas câmeras profissionais. E embora o principal uso que façamos dela seja tirar fotos, gravar vídeos com elas também pode ser uma ideia interessante, especialmente para capturar momentos importantes ou cenas engraçadas. 

Mas da mesma maneira que as fotografias, os vídeos tirados com celular também podem ser melhorados com alguns truques simples. Não é necessário ter muito conhecimento técnico para deixar seus vídeos mais bonitos - embora ele ajude - mas algumas dessas dicas envolvem mais aspectos práticos do que técnicos. Confira a seguir algumas dicas para gravar vídeos melhores com seu celular:

Lentes

Antes de mais nada: limpe as lentes da câmera do celular. Pode parecer besteira, mas se o seu vídeo sair borrado por esse motivo, você não vai se perdoar. Além disso, pequenas sujeiras nas lentes podem acabar interferindo com o foco da câmera: o sensor acha que aquela sujeira é um objeto e fica sem saber se precisa focar nela ou não, e aí o vídeo inteiro pode ficar estranho por causa disso.

Algumas lojas também vendem conjuntos de lentes diferentes que você pode prender no celular para gravar vídeos com efeitos diferentes. Alguns dos efeitos mais comuns são as lentes macro (para focar em objetos extremamente próximos) e fish-eye ("olho de peixe", que captura uma grande área em volta da lente). Se você for usá-las, tome um momento para garantir que elas estão limpas e bem presas. 

Iluminação

Tente tirar uma foto antes de começar a gravar e veja como ela fica. Se ela ficar granulada, é provável que o seu vídeo fique assim também. Nesse caso, pode ser interessante iluminar um pouco mais o ambiente. Alguns celulares permitem gravar vídeo com a lux do flash acesa; isso pode corrigir o problema, mas também pode acabar dando um efeito meio "Bruxa de Blair" ao seu vídeo - que pode não ser adequado.

Nesse caso, uma opção interessante é pedir para algum amigo usar a lanterna do celular dele para iluminar a cena. Com isso, você terá uma iluminação móvel que você pode deixar onde quiser para gerar o melhor efeito. Se você estiver em um bar com iluminação baixa ou dentro de uma balada, por exemplo, pode ser a melhor alternativa.

Apoio

Se você já viu um vídoe todo tremido no YouTube, já deve saber o quanto essa tremedeira é capaz de incomodar. Por isso, quando for gravar um vídeo, tome todos os cuidados possíveis para não tremer. Segure o aparelho com as duas mãos, de preferência com os cotovelos próximos ao corpo. Se possível, apoie o corpo em uma parede ou objeto pesado para se estabilizar.

Outra ideia interessante é deixar o celular apoiado em alguma superfície lisa, usando algum objeto como anteparo para que a câmera fique no ângulo certo. Algumas lojas também vendem tripés relativamente baratos que podem ajudar bastante dependendo do que você for gravar.

É possível que o seu celular tenha algum recurso de estabilização de imagem: o mais comum é o EIS (electronic image stabilization, ou estabilização eletrônica), mas há também o OIS (optical image stabilization, estabilização óptica), que é mais preciso. O vídeo abaixo compara os dois:

A estabilização óptica consegue eliminar pequenas tremidas de maneira automática graças a parte do hardware do sensor. A estabilização eletrônica faz isso por meio de processamento de software, mas acaba cortando um pouco as bordas da imagem. Mas se o seu celular tiver qualquer um desses recursos, deixá-lo ativado é melhor.

 

As próximas dicas se referem a configurações da câmera do seu celular. O acesso a essas opções varia dependendo do modelo. No iPhone, pode ser necessário ir em "ajustes" e depois selecionar a opção da câmera para ter acesso a eles. Nos aparelhos Android, essas opções geralmente podem ser acessadas abrindo a câmera e 

Resolução

Antes de começar a gravar, é interessante ir até as configurações da câmera para escolher a resolução. A maioria das câmeras de celular hoje em dia grava em 480p (SD) 720p (HD), 1080p (Full HD) ou até 4K. Quanto maior a resolução, maior a quantidade de pixels capturados em cada quadro - o que geralmente se traduz em uma imagem mais bem definida e com mais detalhes. Por outro lado, resoluções maiores também geram arquivos de tamanho maior.

Nem sempre a maior resolução é a melhor. Se você quiser apenas gravar um vídeo rapidinho para subir no Facebook ou em outra rede social via conexão 4G, gravar em 480p pode ser suficiente. Afinal, subir um vídeo em resolução maior que essa vai acabar com o seu plano de dados - e se a maioria das pessoas for assistir em resoluções menores, não terá adiantado nada subir em alta definição. Por outro lado, se for um vídeo mais detalhado e trabalhado, garanta que você está gravando na maior resolução possível.

Quadros por segundo

Ao lado da resolução, é comum que as configurações da câmera mostrem também a taxa de gravação de quadros por segundo (ou "fps", da sigla em inglês "frames per second"). Isso pode aparecer como "1080p30fps", por exemplo, ou "720p60fps". Em geral, por padrão, as câmeras gravam em uma taxa de 30 quadros por segundo.

A taxa de 60 quadros por segundo proporciona uma noção mais fluida de movimento, que às vezes se traduz em mais realismo. Ela pode ser muito interessante se você for gravar uma banda tocando ou um grupo de dança, por exemplo. O vídeo abaixo ajuda a visualizar a diferença entre 30 quadros por segundo e 60 quadros por segundo:

Se você quiser gravar em 60 quadros por segundo, porém, é necessário tomar cuidado com o espaço disponível. Como essa taxa de gravação captura praticamente o dobro de informações por segundo que a de 30 quadros por segundo, o tamanho do arquivo pode ser até duas vezes maior (um pouco menos, por causa de compressão).

Câmera lenta

Dependendo do seu celular, você também verá modos de captura com taxas de quadro de 120, 240 ou até 480 quadros por segundo. Essas taxas são específicas para a captura de vídeos em câmera lenta. Você pode, por exemplo, gravar um vídeo a 120 quadros por segundo e depois desacelerá-lo quatro vezes: ele ficará com quatro vezes sua duração, mas com uma taxa de 30 quadros por segundo.

Geralmente depois de gravar vídeos nessa taxa de quadros, o aplicativo de câmera lhe dá a opção de editar o vídeo gravado. Assim, você pode escolher apenas um momento para deixar em câmera lenta, enquanto o resto do vídeo fica na velocidade normal. É possível usar esse recurso para criar alguns vídeos engraçados.

 
Fonte: Olhar Digital


Autor: CompartilhaTube
Canal: CompartilhaTube


Carregando comentários...

Últimas



Jogos e aplicativos grátis para Android

CompartilhaTube, 09 de Agosto de 2017



6 fatos sobre o YouTube e o Brasil

CompartilhaTube, 08 de Agosto de 2017


Aplicativos pagos para iPhone que estão grátis

CompartilhaTube, 08 de Agosto de 2017